• By Sharon Theimer

IA usa biomarcadores de voz para prever doença arterial coronariana

26 abril 2022
uma imagem gráfica futurista em 3D de um ECG do coração, possivelmente representando a inteligência artificial, IA

ROCHESTER, Minnesota — Imagine poder gravar você mesmo lendo um texto e em seguida o seu médico usar essa gravação para rastrear diversas doenças, mesmo estando a milhares de quilômetros de distância. Essa tecnologia pode soar como ficção científica, mas pesquisadores da Mayo Clinic estão usando inteligência artificial (IA) para descobrir e testar o que a voz pode revelar sobre a saúde do coração do paciente.

Em um estudo recente, uma equipe de pesquisa em cardiologia usou um algoritmo de IA para biomarcadores de voz para prever com precisão quais pacientes tinham maior probabilidade de ter artérias obstruídasque causariam outros problemas cardiacos. O Dr. Jaskanwal Deep Sara, cardiologista da Mayo Clinic, é o autor principal do estudo. O estudo foi publicado na revista médica Mayo Clinic Proceedings.

O trabalho baseia-se em estudos anteriores que procuraram sinais na voz dos pacientes com doença arterial coronariana e então identificaram os componentes dos biomarcadores de voz mais significativos. O Dr. Sara e seus colegas identificaram previamente os indicadores de voz relacionados à pressão arterial coronariana mais alta. Eles usaram essas informações para direcionar o estudo atual envolvendo pacientes submetidos à angiografia coronária direcionada clinicamente, que é um exame de imagem que avalia a quantidade debloqueio nas artérias que levam ao coração.

Os pesquisadores usaram um aplicativo de smartphone desenvolvido para análise de voz por IA. Eles puderam prever resultados de doença arterial coronariana em pacientes que receberam uma análise de voz inicial e foram monitorados por vários anos.

Em comparação com aqueles com baixa pontuação de biomarcadores de voz, os pacientes que tiveram alta pontuação de biomarcadores de voz na linha de base tinham maior chance de ter dor no peito ou problemas coronarianos severos que os levariam ao hospital ou ao pronto-socorro. Eles também tinham maior chance de ter um teste de esforço positivo ou bloqueio arterial coronariano confirmado durante os testes de monitoramento.

Apesar de ainda estar em fase de pesquisas, a tecnologia de análise de voz por IA poderia ser uma ferramenta de saúde digital não invasiva e de baixo custo para monitorar o risco de bloqueio arterial coronariano de um paciente ao longo do tempo e de qualquer lugar.

###

Sobre a Mayo Clinic
A Mayo Clinic é uma organização sem fins lucrativos comprometida com a inovação na prática clínica, educação e pesquisa, fornecendo compaixão, conhecimento e respostas para todos que precisam de cura. Visite a Rede de Notícias da Mayo Clinic para obter outras notícias da Mayo Clinic.

Contato de mídia:
Terri Malloy, Relações Institucionais da Mayo Clinic, newsbureau@mayo.edu