• By Sharon Theimer

Pesquisadores da Mayo Clinic encontram novo tratamento para câncer oral associado ao HPV

8 novembro 2021
Imagem em 3D de uma pessoa com câncer de orofaringe associado ao HPV

ROCHESTER, Minnesota — Pesquisadores da Mayo Clinic descobriram que um tratamento novo e de menor duração para pacientes com câncer de orofaringe associado ao papilomavírus humano (HPV) leva a um controle excelente da doença e a menos efeitos colaterais em comparação com o tratamento padrão.

O novo tratamento emprega cirurgias minimamente invasivas e metade da dose padrão da radioterapia em comparação com os tratamentos atuais. Além disso, o novo tratamento tem duração de duas semanas em vez do padrão, que é de seis semanas.

Resultados de um estudo sobre o novo tratamento foram apresentados na terça-feira, 20 de outubro na Reunião Anual da American Society for Radiation Oncology (Sociedade Americana de Radioncologia).

“O câncer de garganta causado pelo HPV é um dos tipos de câncer de crescimento mais rápido nos Estados Unidos”, diz o Daniel J. Ma, M.D., radio-oncologista da Mayo Clinic e autor do estudo. 

De acordo com o Dr. Ma, embora o tratamento padrão para esse tipo de câncer tenha altas taxas de cura, os tratamentos de curto e longo prazo podem causar muitas toxicidades como boca seca, problemas para engolir, rigidez no pescoço e problemas no maxilar. 

“Muitos desses efeitos colaterais estão diretamente ligados à quantidade de radiação usada para o tratamento”, diz o Dr. Ma.

Dr. Ma e seus colegas desenvolveram um estudo clínico inicial para um tratamento com cirurgias minimamente invasivas e metade da dose padrão de radiação. O ensaio clínico inicial demonstrou que pacientes bem selecionados, usando o novo tratamento poderia ter um excelente controle da doença, com toxicidade muito menor. 

“Nossas descobertas sugerem que para os pacientes selecionados com câncer de orofaringe associado ao HPV, um tratamento mais curto, em comparação com o tratamento padrão, produz um resultado semelhante”, diz o Dr. Ma. Com base nos resultados da fase 3, a Mayo Clinic adotou esse tratamento mais curto como seu padrão de atendimento para pacientes bem selecionados.

Dr. Ma e seus colegas agora estão desenvolvendo futuros estudos clínicos que testarão se é possível combinar doses mais baixas de radiação com outras estratégias de tratamento, como a terapia por feixe de prótons, a fim de reduzir ainda mais a toxicidade para os pacientes.

###

Sobre o Centro de Câncer da Mayo Clinic

Designado como um centro de câncer abrangente pelo National Cancer Institute (Instituto Nacional do Câncer), o Centro de Câncer da Mayo Clinic está definindo novos limites de possibilidades, focando em assistência centrada no paciente, desenvolvimento de novos tratamentos, treinamento das futuras gerações de especialistas em câncer e em trazer a pesquisa do câncer para as comunidades. No Centro de Câncer da Mayo Clinic, uma cultura de inovação e colaboração está impulsionando avanços importantes em pesquisa, que estão mudando as abordagens à prevenção, triagem e tratamento do câncer, além de melhorar a vida dos sobreviventes da doença.

Sobre a Mayo Clinic

A Mayo Clinic é uma organização sem fins lucrativos comprometida com a inovação na prática clínica, educação e pesquisa, fornecendo compaixão, conhecimento e respostas para todos que precisam de cura. Visite a Rede de Notícias da Mayo Clinic para obter mais informações sobre a Mayo Clinic.

Contato de mídia:

Joe Dangor, Relações Institucionais da Mayo Clinic, newsbureau@mayo.edu