• By Sharon Theimer

Pessoas com doenças cardíacas devem praticar exercícios físicos? Opinião de especialista da Mayo Clinic Healthcare

10 novembro 2021
Pernas e tênis do corredor na esteira

LONDRES — Em primeira análise, um regime constante de descanso e relaxamento é a melhor estratégia para pessoas comdoenças cardíacas, mas permanecer ativo é essencial para o coração e para a saúde em geral. Elijah Behr, M.D., cardiologista da Mayo Clinic Healthcare,em Londres, explica por que e como até mesmo pessoas cujas condições as colocam em maior risco de parada cardíaca podem praticar exercícios físicos com segurança.

“Mesmo em pacientes com corações bastante prejudicados que possam causar insuficiência cardíaca, os exercícios físicos podem ser importantes para melhorar a qualidade de vida,” diz Dr. Behr. Há uma ressalva: “O regime de exercícios físicos deve ser razoável, tomando cuidado para evitar o agravamento da condição subjacente.”

Nesse caso, o que considerar ao desenvolver o plano de exercícios físicos para pessoas com uma condição cardíaca?

Dr. Elijah Behr
Dr. Elijah Behr

A doença cardíaca subjacente deve ser considerada ao desenvolver um plano de exercícios físicos.

“Por exemplo, se uma pessoa tem uma doença arterial coronária, como estreitamento ou bloqueio das artérias devido ao colesterol, os exercícios físicos podem causar dores no peito e aumentar o risco da doença subjacente”, diz Dr. Behr. “Por outro lado, pacientes com condições que não são agravadas pelos exercícios físicos, como alguns distúrbios do ritmo cardíaco podem se exercitar à vontade”.

Que tipo de exercício físico é recomendado? Isso exclui exercícios cardiovasculares?

“Os pacientes podem fazer exercícios cardiovasculares e estes podem até ser muito bons para o bem-estar e para o prognóstico deles. No entanto, a intensidade e o tempo dos exercícios físicos devem ser ajustados à condição do paciente,” diz Dr. Behr.

Em geral, se a condição for afetada negativamente pelo exercício físico, será melhor evitar esportes de alta intensidade, resistência ou competitivos e recomenda-se consultar um cardiologista, acrescenta.

Quais são as medidas que podem ser tomadas para reduzir o risco de parada cardíaca durante a prática de exercícios físicos? Quais são os sinais de aviso?

Geralmente, a chave para minimizar os riscos é evitar exercícios físicos ou esportes competitivos excessivamente intensos ou prolongados para maximizar também os benefícios para pacientes com condições que os colocam em risco de parada cardíaca, diz Dr. Behr.

Se os pacientes tiverem dores no peito, falta de ar, palpitações ou tontura durante os exercícios físicos, eles deverão interrompê-los imediatamente e procurar atendimento médico, ele recomenda. 

###

Sobre a Mayo Clinic Healthcare

A Mayo Clinic Healthcare, localizada em Londres, é uma subsidiária integral da Mayo Clinic, um centro médico acadêmico sem fins lucrativos. A Mayo Clinic dos Estados Unidos ocupa a 1ª posição em mais especialidades do que qualquer outro hospital, de acordo com a U.S. News & World Report. Isso tem um motivo: a qualidade do atendimento. A Mayo Clinic Healthcare é a porta de entrada para essa incomparável experiência no Reino Unido. Visite Mayo Clinic Healthcare para obter mais informações.

Sobre a Mayo Clinic

A Mayo Clinic é uma organização sem fins lucrativos comprometida com a inovação na prática clínica, educação e pesquisa, fornecendo compaixão, conhecimento e respostas para todos que precisam de cura. Visite a Rede de Notícias da Mayo Clinic para obter outras notícias da Mayo Clinic.

Contato de mídia:

Sharon Theimer, Relações Institucionais da Mayo Clinic, newsbureau@mayo.edu