• By Rhoda Madson

Fixação do corpo vertebral: outra opção para o tratamento da escoliose em crianças

21 fevereiro 2022
 Amarração do corpo vertebral

ROCHESTER, Minnesota – a cirurgia de fusão tem sido o tratamento adotado há muito tempo para as pessoas com escoliose (um desvio de curvatura da coluna vertebral). Entretanto, outras opções estão se tornando disponíveis – inclusive a fixação do corpo vertebral para crianças com escoliose.

“A fixação vertebral é uma nova ferramenta no conjunto de ferramentas para o tratamento da escoliose,” afirma A. Noelle Larson, M.D., cirurgiã ortopédica pediátrica na Mayo Clinic, em Rochester, Minnesota, e especialista e cirurgia de escoliose.

A causa é desconhecida, mas há uma estimativa de que a escoliose afete 1 em cada 300 pessoas no mundo inteiro. Um desvio de mais de 10 graus na coluna vertebral é caracterizado como uma escoliose. A escoliose grave que exige tratamento é mais comum entre as mulheres.

Os casos de escoliose leve são monitorados ao longo do tempo. Pequenas curvas durante o crescimento das crianças podem evoluir rapidamente sem tratamento. A escoliose moderada durante o crescimento das crianças é tratada com a utilização de órteses. Até pouco tempo, a escoliose grave poderia ser tratada somente com a cirurgia de fusão.

Com a cirurgia de fusão, os cirurgiões conectam os ossos na coluna vertebral (vértebras) por meio de uma incisão nas costas e colocam parafusos na coluna vertebral. Hastes são fixadas nos parafusos para puxar a coluna vertebral até a posição correta e, depois, essas vértebras são fundidas a uma camada sólida de osso.

“A fusão tem sido uma abordagem de tratamento confiável com um resultado duradouro a longo prazo e uma correção significativa da curvatura da coluna vertebral”, afirma a Dra. Larson. “Porém, com a fusão, a coluna vertebral não cresce mais, e não há mais flexibilidade da coluna vertebral sobreas vértebras fundidas. Alguns pacientes e famílias valorizam a mobilidade e crescimento da coluna vertebral e prefeririam outro tipo de abordagem de tratamento para a escoliose grave”.

Em agosto de 2019, a Administração Federal de Alimentos e Medicamentos (sigla em inglês, FDA) concedeu isenções humanitárias de dispositivos para dois implantes cirúrgicos sem fusão: fixação do corpo vertebral e cirurgia de distração dinâmica posterior. Esta é uma aprovação mais limitada que cita a segurança do procedimento, mas não a sua eficácia. Um cordão flexível é colocado na parte da frente da coluna por meio de pequenas incisões e fixado nas vértebras com parafusos colocados em incisões de 1 polegada.

Quando o cordão é apertado durante a cirurgia, a coluna vertebral se endireita. Conforme a criança cresce, a coluna vertebral pode se endireitar ainda mais. As crianças em crescimento com escoliose moderada a grave e certos tipos de curva estão aptas ao procedimento.

Embora o movimento e o crescimento espinhal permaneçam, há possíveis aspectos negativos para o procedimento. Neste momento, há um risco maior de uma segunda cirurgia em comparação com a cirurgia de fusão, devido à sobrecorreção ou subcorreção da escoliose. A durabilidade do procedimento a longo prazo é desconhecida e uma cirurgia de fusão eventualmente pode ser necessária.

Desde a aprovação do FDA, mais estudos sobre fixação vertebral estão em andamento em todo o país. A Dra. Larson e seu colega Todd Milbrandt, M.D., estão liderando um estudo aprovado pelo FDA para avaliar os resultados da fixação do corpo vertebral nos dois anos seguintes à cirurgia. A Dra. Larson também é a investigadora principal dos registros de escoliose internacional das fundações Setting Scoliosis e Pediatric Spine para os pacientes tratados com a fixação do corpo vertebral.

“Os pacientes e familiares devem ser informados sobre as opções de tratamento”, afirma a Dra. Larson. “Algumas famílias gostariam de ter uma alternativa além da cirurgia de fusão. Outras informações sobre a cirurgia de escoliose sem fusão estarão disponíveis em breve. Se os pacientes estiverem interessados na fixação do corpo vertebral, eu gostaria de incentivá-los a procurar centro com experiência, já que essa é uma tecnologia em desenvolvimento”.

Conteúdo relacionados em inglês:

Mayo Clinic Q&A: Scoliosis treatment options

###

Sobre a Mayo Clinic

A Mayo Clinic é uma organização sem fins lucrativos comprometida com a inovação na prática clínica, educação e pesquisa, fornecendo compaixão, conhecimento e respostas para todos que precisam de cura. Visite a Rede de Notícias da Mayo Clinic para obter mais informações sobre a Mayo Clinic.

Contato de mídia:

Rhoda Madson, Relações Institucionais da Mayo Clinic, newsbureau@mayo.edu